O Banco de Terras da Ponta do Sol é uma iniciativa inovadora nos municípios da Região Autónoma da Madeira e que a Câmara Municipal da Ponta do Sol pretende desenvolver para o quadriénio 2017-2021, tendo por objetivo central, colocar em rede os proprietários de terrenos e os potenciais arrendatários que tenham em perspetiva o desenvolvimento de projetos capazes de gerar riqueza para o Concelho.

O concelho da Ponta do Sol é historicamente uma localidade com fortes raízes agrícolas que dispõe de uma Superfície Agrícola Útil (SAU) com forte influência e potencialidade de crescimento ao nível da bananicultura e cana-de-açucar, assim como de outras culturas, sendo vital, colocar em rede os proprietários de terrenos e os potenciais arrendatários que tenham em prespetiva o desenvolvimento de projetos capazes de gerar riqueza para o Concelho.

O Banco de Terras da Ponta do Sol é uma iniciativa que se insere no âmbito do Portal Investir - Ponta do Sol, que tem por objetivo dinamizar e interligar as oportunidades de investimento e de ocupação da Superfície Agrícola Útil (SAU) e necessidades socioeconómicas locais.

O Banco de Terras da Ponta do Sol é igualmente uma medida ambiental importante uma vez que pretende ir ao encontro dos terrenos que se encontram abandonados e como tal, potenciadores de incêndios, pondo em causa a proteção civil dos cidadãos locais e visitantes.

Esta iniciativa tem igualmente um impacto direto no turismo local, na correlação existente entre atratividade do território e paisagem humanizada por via da agricultura, que como é conhecido, são por norma paisagens que deslumbram os visitantes e apaixonados pelos conceitos da natureza e da ruralidade.

O princípio subjacente ao Banco de Terras é de que os proprietários que têm terrenos e que não estejam interessados em cultiva-los, podem encontrar um determinados terreno podem encontrar um arrendatário e garantir, assim, um rendimento anual.

Poderá igualmente indicar no espaço Proponho para o Município qual o procedimento e/ou serviço municipal que pretende ver agilizado na nova plataforma para a Banco de Terras.

Notícias Relacionadas

17 Out. 2018

Emprego - Sessão de esclarecimento para Empresários

A Câmara Municipal da Ponta do Sol informa que no próximo dia 24 de outubro, na Casa do Povo da Ponta do Sol, realiza-se uma sessão de informação sobre programas de emprego, promovida pelo Instituto de Emprego da Madeira.

A sessão, destinada aos empresários do concelho, está marcada para as 19 horas no Pólo de Emprego da Casa do Povo da Ponta...

13 Abr. 2018

Ponta do Sol reforça verbas para educação e área social

A Câmara Municipal da Ponta do Sol reforça as verbas para educação, área social e saneamento básico, decisão que foi assumida depois da revisão do orçamento para o exercício de 2018.

Na gestão autárquica é sempre importante adequar o investimento público às situações que vão surgindo como prioritárias para a população

20 Mar. 2018

Câmara investe na Promoção da Cana de Açúcar

A Câmara Municipal da Ponta do Sol tem a honra de apoiar o desenvolvimento de mais uma edição da Feira Regional da Cana-de-Açúcar e seus derivados, juntando-se deste modo à estratégia de promoção dos produtos locais.

São vários os apoios concedidos pela Câmara Municipal da Ponta do Sol para que o evento mantenha a aposta promocional e territorial, orientação essa que acontece à mais de uma década a esta parte.

A XIII Mostra Regional da Cana-...

19 Mar. 2018

Produção de Cana-de-Açúcar - 0,27 €/Kg

O município da Ponta do Sol é um dos principais concelhos produtores de cana de açúcar da Madeira, sendo a Mostra Regional da Cana-de-Açúcar, celebrado na freguesia dos Canhas, o momento que simboliza a orientação agrícola de todo o Concelho.

A Câmara Municipal da Ponta do Sol pretender apoiar os investimentos agrícolas e todos os empresários e investidores que estejam interessados em rentabilizar o seu investimento, apoiando na interpretação do li...

7 Nov. 2017

Percursos turísticos na Ponta do Sol

O Município da Ponta do Sol pretende para o quadriénio 2017-2021, proceder com a recuperação e promoção dos trilhos pedestres, contribuíndo deste modo para a valorização territorial e sua atratividade.

Esta aposta municipal, além do efeito turístico, tem como objetivo intervir nas áreas do Ambiente e da Economia local, uma vez que contribuiu, respetivamente, para a limpeza de áreas que se encontram "abandonadas" e sujeitas a incêndios e d...