O Banco de Terras da Ponta do Sol é uma iniciativa inovadora nos municípios da Região Autónoma da Madeira e que a Câmara Municipal da Ponta do Sol pretende desenvolver para o quadriénio 2017-2021, tendo por objetivo central, colocar em rede os proprietários de terrenos e os potenciais arrendatários que tenham em perspetiva o desenvolvimento de projetos capazes de gerar riqueza para o Concelho.

O concelho da Ponta do Sol é historicamente uma localidade com fortes raízes agrícolas que dispõe de uma Superfície Agrícola Útil (SAU) com forte influência e potencialidade de crescimento ao nível da bananicultura e cana-de-açucar, assim como de outras culturas, sendo vital, colocar em rede os proprietários de terrenos e os potenciais arrendatários que tenham em prespetiva o desenvolvimento de projetos capazes de gerar riqueza para o Concelho.

O Banco de Terras da Ponta do Sol é uma iniciativa que se insere no âmbito do Portal Investir - Ponta do Sol, que tem por objetivo dinamizar e interligar as oportunidades de investimento e de ocupação da Superfície Agrícola Útil (SAU) e necessidades socioeconómicas locais.

O Banco de Terras da Ponta do Sol é igualmente uma medida ambiental importante uma vez que pretende ir ao encontro dos terrenos que se encontram abandonados e como tal, potenciadores de incêndios, pondo em causa a proteção civil dos cidadãos locais e visitantes.

Esta iniciativa tem igualmente um impacto direto no turismo local, na correlação existente entre atratividade do território e paisagem humanizada por via da agricultura, que como é conhecido, são por norma paisagens que deslumbram os visitantes e apaixonados pelos conceitos da natureza e da ruralidade.

O princípio subjacente ao Banco de Terras é de que os proprietários que têm terrenos e que não estejam interessados em cultiva-los, podem encontrar um determinados terreno podem encontrar um arrendatário e garantir, assim, um rendimento anual.

Poderá igualmente indicar no espaço Proponho para o Município qual o procedimento e/ou serviço municipal que pretende ver agilizado na nova plataforma para a Banco de Terras.

Notícias Relacionadas

13 Abr. 2018

Ponta do Sol reforça verbas para educação e área social

A Câmara Municipal da Ponta do Sol reforça as verbas para educação, área social e saneamento básico, decisão que foi assumida depois da revisão do orçamento para o exercício de 2018.

Na gestão autárquica é sempre importante adequar o investimento público às situações que vão surgindo como prioritárias para a população

20 Mar. 2018

Câmara investe na Promoção da Cana de Açúcar

A Câmara Municipal da Ponta do Sol tem a honra de apoiar o desenvolvimento de mais uma edição da Feira Regional da Cana-de-Açúcar e seus derivados, juntando-se deste modo à estratégia de promoção dos produtos locais.

São vários os apoios concedidos pela Câmara Municipal da Ponta do Sol para que o evento mantenha a aposta promocional e territorial, orientação essa que acontece à mais de uma década a esta parte.

A XIII Mostra Regional da Cana-...

19 Mar. 2018

Produção de Cana-de-Açúcar - 0,27 €/Kg

O município da Ponta do Sol é um dos principais concelhos produtores de cana de açúcar da Madeira, sendo a Mostra Regional da Cana-de-Açúcar, celebrado na freguesia dos Canhas, o momento que simboliza a orientação agrícola de todo o Concelho.

A Câmara Municipal da Ponta do Sol pretender apoiar os investimentos agrícolas e todos os empresários e investidores que estejam interessados em rentabilizar o seu investimento, apoiando na interpretação do li...

7 Nov. 2017

Percursos turísticos na Ponta do Sol

O Município da Ponta do Sol pretende para o quadriénio 2017-2021, proceder com a recuperação e promoção dos trilhos pedestres, contribuíndo deste modo para a valorização territorial e sua atratividade.

Esta aposta municipal, além do efeito turístico, tem como objetivo intervir nas áreas do Ambiente e da Economia local, uma vez que contribuiu, respetivamente, para a limpeza de áreas que se encontram "abandonadas" e sujeitas a incêndios e d...